A arte não tem limites.

Com maestria, Sílvio Robatto valendo-se do recurso eletrônico traduz, em sua visão peculiar, a obra da arte arquitetônica de Fernando Peixoto que deu um aspecto futurista à banda moderna da velha Salvador, a Cidade da Bahia, demonstrando como simplicidade, adequação cultural, qualidade e beleza, aliados a racionalidade de custos de construção, formam a verdadeira essência da modernidade.

O registro das formas, traços e cores que revolucionaram as fachadas de prédios comerciais e de escritórios , fazem a beleza da edição deste livro. Um livro de arte, com poucas palavras e muitas imagens resultantes do tratamento digital de fotografias convencionais, mostrando um conceito inovador da arquitetura contemporânea que reafirma a força criativa da Bahia, sempre presente nos movimentos culturais e artísticos.

Paulo Gaudenzi
Secretário da Cultura e Turismo
 


Comments




Leave a Reply